sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Talvez ainda haja futuro...

Francisca Dias Real (PÚBLICO, 26.Ago.2016)
Proibição do burkini divide Governo francês
ONU e Amn. Internacional sublinham que é preciso respeitar a dignidade das pessoas.

Perante a profunda divisão que a polémica do burkin criou no Governo francês, o Conselho de Estado optou por adiar o seu veredicto sobre o assunto.
O Conselho reuniu a pedido da Liga dos Direitos Humanos francesa, que considera ilegal a proibições do burkini, imposta por alguns presidentes de câmara de zonas costeiras, sobretudo na Côte d'Azur.

Sem comentários:

Publicar um comentário